Arrendar casa: erros de senhorios nas Finanças prejudicam inquilinos
« Voltar atrás

Registar contrato como habitação não-permanente impede a dedução das rendas em IRS e o acesso ao apoio mensal de até 200 euros.

É caso para dizer atenção senhorios e inquilinos. Um erro do senhorio na comunicação de um contrato de arrendamento para habitação permanente às Finanças pode prejudicar o inquilino, que fica impedido de deduzir as rendas no IRS, quando decorre o prazo para a entrega da declaração, e de aceder ao subsídio mensal até 200 euros, que começa a ser pago em maio com retroativos a janeiro. 

[Clique na imagem para ler a notícia completa]